30 de mar de 2010

Apenas palavras

Sonhar é preciso

Sem sonhos, as pedras do caminho se tornam montanhas, os pequenos
problemas ficam insuperáveis, as perdas são insuportáveis, as decepções se
transformam em golpes fatais e os desafios se transformam em fonte de
medo.
Voltaire disse que os sonhos e a esperança nos foram dados como
compensação às dificuldades da vida. Mas precisamos compreender que
sonhos não são desejos superficiais. Sonhos são bússolas do coração, são
projetos de vida. Desejos não suportam o calor das dificuldades. Sonhos
resistem às mais altas temperaturas dos problemas. Renovam a esperança
quando o mundo desaba sobre nós.
John F. Kennedy disse que precisamos de seres humanos que sonhem o
que nunca foram. Tem fundamento seu pensamento, pois os sonhos abrem
as janelas da mente, arejam a emoção e produzem um agra?ável romance
com a vida.
Quem não vive um romance com sua vida será um miserável no
território da emoção, ainda que habite em mansões, tenha carros luxuosos,
viaje de primeira classe nos aviões e seja aplaudido pelo mundo.
Precisamos perseguir nossos mais belos sonhos. Desistir é uma palavra
que tem que ser eliminada do dicionário de quem sonha e deseja
conquistar, ainda que nem todas as metas sejam atingidas. Não se esqueça
de que você vai falhar 100% das vezes em que não tentar, vai perder 100%
das vezes em que não procurar, vai estacionar 100% das vezes em que não
ousar caminhar.
Como disse o filósofo da música Raul Seixas: "Tenha fé em Deus,
tenha fé na vida, tente outra vez..." Se você sonhar, poderá sacudir o
mundo, pelo menos o seu mundo...
Se você tiver de desistir de alguns sonhos, troque-os por outros. Pois a
vida sem sonhos é um rio sem nascente, uma praia sem ondas, uma manhã
sem orvalho, uma flor sem perfume.
Sem sonhos, os ricos se deprimem, os famosos se entediam, os
intelectuais se tornam estéreis, os livres se tornam escravos, os fortes se
tornam tímidos. Sem sonhos, a coragem se dissipa, a inventividade se
esgota, o sorriso vira um disfarce, a emoção envelhece.
Liberte sua criatividade. Sonhe com as estrelas, para poder pisar na Lua.
Sonhe com a Lua, para poder pisar nas montanhas. Sonhe com as
montanhas, para pisar sem medo nos vales das suas perdas e frustrações.
Apesar dos nossos defeitos, precisamos enxergar que somos pérolas
únicas no teatro da vida e entender que não existem pessoas de sucesso ou
pessoas fracassadas. O que existe são pessoas que lutam pelos seus sonhos
ou desistem deles. Por isso, desejo sinceramente que você...

NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS!
Augusto Cury

Eu Necessito


Liberdade é pouco, o que eu quero ainda não tem nome.
Lispector.


I Love You França ♥

Páscoa 2010!

Não sou muito ligado com essa história de páscoa não. Acho mais uma jogada comercial para vender horrores de chocolate. Mas emfim, gostaria de desejar antecipadamente uma feliz Páscoa para todos os que passarem aqui pelo o Blog, que Deus abençõe vocês de uma forma sobrenatural.

E quer queiramos ou não, somos contaminados com o comsumismo pascoal e eu vou confessar que: To louco por um ovo de Páscoa da Cacau Show. Sim! O da linha Dreams. #prontofalei



Vi e Aprovei...

O filme conta a historia de uma menina na sua infância não teve condições de comprar aquilo que ela gostava. O tempo passa e ela se torna uma consumista em potencial, no qual esse consumismo acarreta graves problemas na sua vida social pessoal e amorosa. Black trabalha em uma revista medíocre, mas ganha a oportunidade de trabalhar em outra revista sobre finanças, na qual assina uma coluna intitulada: Garota do Echarpe Verde. Mas finalmente ela recebe um convite para trabalhar na revista que ela é apaixonada desde criança. A Alete. Mas essa decisão poderá acarretar grandes problemas, pois ela se apaixonou pelo o seu chefe, da revista de finanças, o qual não sabe que ela deve rios de dinheiro.
O filme retrata muito bem o consumismo, mostrando não só a sua face glamurosa, mas também a destrutiva. Depois de muitas confusões envolvendo a sua família, sua melhor amiga e seus dois empregos, ela resolve se livrar de todos os objetos que tinha adquirido por anos de consumismo e saldar as suas dívidas. Finalmente ela vê que na sua vida o consumismo não foi bom e ela se redime e consegue vencer esse problema. Rejeita seu emprego dos sonhos e termina com seu chefe. Um filme imperdível.


Ps. Este post foi originalmente escrito para um trabalho de português na qual deviámos fazer uma resenha crítica do filme. Valia 5,0 e eu tirei 4,9. Sonhei por um ano e meio em assitir esse filme e finalmente consegui. Xoxos.

FDS

E quando eu pensava que era necessário muito para ser feliz: Uma bacia de pipoca com Coca-Cola, prova o contrário. Ótimo domingo.*____*



De Pessoa as Pessoas...


POEMA EM LINHA RETA 

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.

Fernado Pessoa

Ps. Esse poema resume quem sou, o que penso, vivo, sinto e presumo.


Obturação

Minha obturação caiu mais uma vez, e eu fiquei no chão da sala procurando, para levar para casa e colocar embaixo do travesseiro para a fada do dente me dar um dinheirinho, se ela soubesse o quanto eu estou necessitado. Mas infelizmente eu não achei. Se eu quiser dinheiro vou ter que trabalhar. Há e esse odontologista vai se ver comigo se essa obturação cair novamente isso é #fato.



26 de mar de 2010

Tempos Modernos


#Porque o Twitter é a lápide do trivial.
#Porque é educado avisar que não estamos no corpo e que já voltamos.
#Porque devolvemos os peixes pequenos ao mar.
#Porque sou conciso desde que assobiei.
#Porque deixo reverências ao crepúsculo, que pode vestir árvores.
#Porque o palavrão é curto e o medo é rápido.
#Porque a preguiça é longa e precisa de poucas palavras.
#Porque não sei dizer bom dia sem perguntar o que minha mulher sonhou.
#Porque não sei dizer boa tarde sem perguntar o que minha mulher almoçou.
#Porque não sei dizer boa noite sem rezar por ela.
#Porque o espelho do feio é o retrovisor do carro.
#Porque em toda a carteira há um vale a ser descontado.
#Porque as informações importantes cabem num rótulo de cerveja.
#Porque a grande obra passa a sensação de ter sido feita num final de semana.
#Porque a boa ação me deixa mais envergonhado do que o pecado.
#Porque a paixão não tem memória, não vai me prevenir para a próxima.
#Porque amar é conhecer desconhecendo.
#Porque odiar é desconhecer conhecendo.
#Porque o que é bonito assusta, como a tempestade.
#Porque um vizinho nunca será seu leitor.
#Porque jazigos não podem ser alugados.
#Porque meu pai tinha mais segredos no escritório do que janelas.
#Porque é um modo de curar a paranóia, realmente estão nos seguindo.
#Porque nos perdemos para despistar o passado.
#Porque os anéis são a velhice dos brincos.
#Porque o gemido é a alegria da dor.
#Porque os gatos são câmeras pela casa.
#Porque um bilhete de suicida tem que ser escrito todo dia.
#Porque quando uma amiga está interessada em mim sente culpa e pergunta sobre a namorada.
#Porque olhar é julgar as palavras e perdoar as aparências.
#Porque a geladeira vazia tem mais luz.
#Porque não nasci o suficiente para emprestar nascimentos.
#Porque o samba está numa caixa de fósforos.
#Porque não há como chorar sem fungar.
#Porque fumar é o telhado do suspiro.
#Porque as formigas ruivas são terra transparente.

Fabrício Carpinejar

 Achei esse texto do Carpinejar, simplifica muita coisa, né? #viciadoemtwitter

Fenômenos não tão metereólogicos...

Nimbos no meu coração, nirros no meu sorriso. Tempestade na minha cabeça. Tufão no meu temperamento, garoa é a minha alegria. Granizo a minha coléra. Ciclones se formam dentro de mim. Da minha boca, as vezes saem raios e trovões. Nuvens negras, anunciam as tempestades que vem pela frente. No fundo eu não passo de uma leve garoa que o vento leva embora. Afinal que fenômeno me identifica? Me desculpe, mas um só é pouco e se porventura for todos, ainda não é demais.

#múanadepressão




Dúvida ▬ Cruel


Por que nao te callas?

Pergunta de mim para mim...


23 de mar de 2010

Comemoração... ♥ 300

Não! Não se trata daquele filme de guerra. Estou emocionado, nunca esperei que chegasse tão longe, mas cheguei. E hoje eu tenho o orgulho de dizer, que cheguei ao post 300. Depois de muito escrever bobagens e de vez em quando coisas significantes, cheguei aqui. E para comemorar esse marco, preparei um conto de minha autoria para publicar. Esse ainda não é aquele conto que eu prometi que dividiria em várias partes, ele ainda está incompleto e não me sinto inspirado para escrevê-lo, mas cá entre nós eu gostei desse conto, que você lerá logo abaixo. #please! Gostaria que vocês expressassem através de comentários se gostariam que eu continuasse esse conto SIM ou NÃO. Sua opinião é muito importante. Se por acaso vierem muitos SIM, terei o prazer de continuar a escrever esse conto. Desde já grato. Não poderia deixar de expressar o meu agradecimento a todos os que passam, ou já, passaram pelo o meu espaço. Muito, mais muito obrigado. Mais uma vez repito: Vocês são a causa da minha escrita. Um agradecimento especial a José Almir (mais uma vez), a Ailma, Jeniffer, Marineve e tantos e tantas por me ler. E a você que está lendo agora. OBRIGADO. Eis o bendito conto...

NOITE CHUVOSA

Ele estava muito tenso com o que havia acontecido durante a maior parte do seu dia. Não conseguia se quer um minuto parar de pensar nela e no que ela poderia estar a fazer. E para piorar a situação o céu e ameaça a chover bastante estava muito nublado, grandes relâmpagos e fortes trovões. Ele não suportava tempestades. Foi então que decidiu ir embora para casa, com a iminente ameaça de um temporal, mas ele nem imaginava o que o destino lhe preparava para aquela noite. Ao cruzar o portão de saída, quem ele encontra? Ela! Sim, justamente ela a quem ele passou o dia todo pensando, mas estava querendo evitar. E justo agora em uma grande tempestade estavam frente a frente, e não sabia o que dizer. Rapidamente ele disse um oi super envergonhado e saiu. Ela descera de um carro de desconhecidos e adentrou a lanchonete em que anteriormente estava o seu amado, com quem ela nunca havia nem imaginado que pudesse assim ser. Então fatalmente começou a pingar fortes gotas de chuva e ele teve que retornar mais que depressa para a lanchonete.

Tentou chamar um táxi, mais foi em vão, estava chovendo muito forte, e os transportes estavam lotados e não paravam de jeito nenhum. E de repente ele estava ali, novamente frente a frente com o seu amor platônico, aquela que ele jamais teve o mínimo de coragem para dizer que amava. E como amava. Foi ai que o inesperado aconteceu. Ela o chamou para sentar na sua mesa, pois apesar de ter vindo acompanhada, estranhamente ela estava ali sozinha. Ele tonto pelo o seu perfume e mais ainda pelo o inesperado convite não hesitou um só segundo e apressadamente sentou ao seu lado. Apesar de estar ao lado dela ele ainda estava muito envergonhado e não parava de olhar para o chão, para quebrar o gelo pediu para que o garçom trouxesse duas cocas. Foi ai que eles descobriram a primeira, das muitas coisas que tinham em comum. Amavam Coca-Cola.
Como por um milagre, a timidez dele sumiu e eles conversaram por bastante tempo, enquanto lá fora chovia a bicas. Os dois ficaram abobalhados com tanta coisa que eles tinham em comum. Adoravam seriados, filmes românticos, Twilight e comer bastante besteiras. E também odiavam as mesmas coisas, tais como, colheita feliz, mostarda, orégano na pizza e pessoas chatas. Ele, porém apesar de ter ficado mais desinibido, ainda confabulava com seus botões se esse era o momento certo para se declarar de vez, e dizer tudo o que sentia por ela. Mas ele nem imaginava que o sobrenatural do amor, já havia acontecido.
Enquanto os dois conversavam o cupido já havia a flechado também. No momento exato que ele ia dizer que a amava, eu pude ouvir vozes em uníssono que diziam. ESTOU A FIM DE VOCÊ. Quando os dois perceberam que tinham falado ao mesmo tempo, ficaram muito envergonhados. E perceberam que até nisso eles tinham sintonia. Nesse exato momento abriu-se um grande relâmpago que cortou toda a lanchonete. E finalmente como quem não quer nada eles se viram perdidamente apaixonados um pelo o outro. Como uma linda melodia suas bocas foram se aproximando, vagarosamente ate que... uniram-se num lindo e caloroso beijo. E no fundo podia-se ouvir o ronco de um grande trovão.
(...)

Gostou? Por favor me responda, sinceramente se quiser que eu continue ou que eu para para sempre! E que venham milhares de mais posts, estou emocionado, de verdade. Vou contar um segredo, esses dias eu estava pensando em fechar esse blog e desistir de tudo, mas ao escrever os últimos posts, bateu aquela lembrança dos primeiros dias e como escrever é gratificante e logicamente eu desisti. Fechar o blog? Nunca na galáxia...

Faço minha as palavras de Fernando Pessoa

ISTO
Dizem que finjo ou minto
Tudo que escrevo. Não.
Eu simplesmente sinto
Com a imaginação.
Não uso o coração.

Tudo o que sonho ou passo,
O que me falha ou finda,
É como que um terraço
Sobre outra coisa ainda.
Essa coisa é que é linda.

Por isso escrevo em meio
Do que não está ao pé,
Livre do meu enleio,
Sério do que não é.
Sentir? Sinta quem lê!
I love You Blog Atrevido e Meio

22 de mar de 2010

Final de Semana



Para mundo; que eu estou tonto e quero descer. Os últimos acontecimentos me deixaram de cabelo em pé. O final de semana foi um tédio, muita, mais muita chuva, no sábado perdi um "show" por que a minha rua ficou ilhada por conta da grande quantidade da chuva, chegando quase a altura da cintura. O domingo foi um tédio mortal, passou o dia inteiro chovendo e não pude sair de casa para canto nenhum, só restou a igreja a noite, quando a chuva tinha dado uma amenizada. Foi marromenos. Para variar hoje dormi até meio-dia, estou sofrendo de crise da inspiração. Ninguém merece. E ao chegar a escola recebo a noticia que tem uma prova surpresa de matématica, OMG. Bomba! Como era que eu ia saber que iria ter essa prova, como diria a Anamara é o cúmulo do absurdo. E para terminar com essa epopeia ontem eu ainda perdi a entrevista do Robert Patison no Fantástico e depois não tinha nada de bom para assistir na TV. Mas vamos falar das migalhas de alguma coisa boa, ontem a tarde eu assisti um programa na MTV a TV dos ovos de ouro chamado 5ª Categoria, já tinha ouvido falar sobre, mas nunca tinha visto. É um programa maravilhoso, me apaixonei pelas as brincadeiras e não vejo a hora de poder tentar realizá-las com meus amigos. Você tem que assistir. E falando a verdade, só de ter assistido a esse programa na MTV meu final de semana, apesar dos pesares valeu a pena. Espero poder voltar em breve com novidades.

Ps. Estou com dois contos, tentando decidir qual dois dois eu publico amanhã, na comemoração dos meus 300 posts. #help

19 de mar de 2010

Pane no meu sistema...

 
 
 
Pense, fale, compre, beba
Leia, vote, não se esqueça
Use, seja, ouça, diga...
Não senhor, Sim senhor
 
Pitty - Admirável Chip Novo 
 
 

18 de mar de 2010

Viver a Vida

E... Hoje foi um desses dias em que o mal da gente são os outros.
Mafalda

Já diria Mafalda na sua infinita sabedoria, esse foi um dos dias mais assoberbados do ano. Inveja - Fofoca - Falscidade - Matématica e tantos e tantos, não consigo expor em palavras as bombas que me aconteceram hoje, são dias dificeís de manejar. Are Baba. Não sei mais o que fazer para dar vazão a tantos problemas. Help!


PERGUNTA!

Como que eu posso sentir tanta; mais tanta falta de coisas que nem sequer eu provei? Hã?

17 de mar de 2010

É a Treva...

São 00:45 e você está bolando de um lado para o outro da cama, quase surtando por que tem exatas 26 horas que você não visualiza seu twitter, não atualiza seu blog e não vê se alguém te adicionou no orkut. Muito menos o que aconteceu nos mundo das celebs. Sinto me depressivo em saber que não tenho meu próprio computador e por esse motivo fico tanto tempo desplugado. Não vou mentir, tenho mais amigos virtuais, do que reais; e não me comunicar com eles é a mesma coisa de ficar sem tomar banho e comer. E para piorar a situação meu aparelho de dvd queimou. Agora estou sem música e filmes. E agora, comofas? E de morrer no ostracismo. Pelo o menos uma coisa boa me aconteceu nesse espaço de tempo, depois de passar séculos sem chip kd o meu chipppppeeee adquiri um novamente e agora posso voltar a falar com os amigos e afins. Se quiser me ligar 87 8851-8905. #bjumeliga

13 de mar de 2010

Vontades...


Hoje me bateu impetuosamente o desejo de ficar calado, e ouvir mais. Aprender inglês, por que português é muito pouco; preciso ser no mínimo bilíngue. Ouvir boas musicas, Chopin, Mozart e outros. Assistir bons filmes, nada mais de Tela-quente e Super-Cine. Ser mais flexível, menos estressado e acima de tudo relaxar. Sorrir mais; ando muito do sisudo. Tomar mais coca-cola e comer mais besteiras à noite. Estudar para o vestibular, e lembrar que enquanto estou no Orkut e no Twitter tem um concorrente meu estudando. Postar mais textos de minha autoria aqui no blog, nunca tenho tempo de escrever o que penso afinal esse blog é meu e não do pessoal das citações. Ler Meg Cabot, Machado de Assis, Tolkien, Llosa, Lispector, Quintana e Pessoa. Ando muito preguiçoso para ler, talvez seja um sintoma de síndrome pós-twitter. Preciso aprender a amar, por que sem amor eu nada serei, já diria II Coríntios 12. Sair com meus amigos e conversar mais, a vida só é uma e ela passa num piscar de olhos. Comprar um computador, para não precisar mais está me “humilhando” para usar o dos outros. Acordar cedo e ir dormir mais cedo ainda. Policiar-me e cair na real que o mundo não gira ao meu redor. Decidir se vou fazer: Jornalismo, Letras – Português ou Ciências Sociais, ou se vou tentar tudo ao mesmo tempo. Acreditar mais nas pessoas afinal nem todo mundo é um psicopata que planeja destruir minha vida. Preocupar-me de verdade com as outras pessoas, enfim, não só existo eu no mundo. Parar de ter medo de terremotos, pois ter medo não significa que as coisas não irão acontecer. Parar de falar das pessoas, principalmente sem necessidade. Será que alguma vez é necessário? Ser feliz, pois como diria Ailma, na terra dela a gente era obrigado a ser feliz. E acima de tudo agradecer a Deus, por ter enviado seu filho para morrer por mim e por você, para que hoje eu fosse livre para escrever esse texto. Obrigado Senhor.

Sinto-me Um!

Pirambaba ser o que?

12 de mar de 2010

PERGUNTA!

Se a vida é curta, por que fazemos muitas coisas que não gostamos  e gostamos de muitas coisas que não fazemos?

Chupa essa manga

10 de mar de 2010

Mua...

"Eu sei quem sou eu. Os outros só me imaginam..."

Essas palavras o ajudarão a me imaginar melhor...
Blog Lispector ♥ Orkut ♥ DinheiroVejaCrepúsculoMSN ♥ Pedância ♥ Televisão ♥ Chatice ♥ Isecretaria ♥ ChocolateSair ♥ Devaneios ♥ JesusDesilusões ♥ Falscidade ♥ GritosFilosofia ♥ Eclipse ♥ InternetFernando Pessoa ♥ Facebook ♥ Google ♥ Yahoo ♥ Miojo ♥ Música ♥ Hotmail ♥ Machado de AssisLua Nova ♥ Egocentrismo ♥ Mp3AmizadesRevistas TeenPortuguês Escrever ♥ Flirck ♥ Meme ♥ Amanhecer ♥ FomeCelular ♥ Lasanha ♥ MegalomaniasRoupasDiferença ♥ Pular ♥ Viagens ♥ Fofoca ♥ ConsumismoMTVLivros ♥ E-mails ♥ José SimãoTwitterArnaldo Jabour ♥ Rádios ♥ YouTubeEscolaFántastico ♥ Humor ♥ SeriadosTelevisão ♥ Jornal do ComerccioAtrevimentos... Tantos e tantos

9 de mar de 2010

Livro Digital


Já imaginou carregar toda a sua biblioteca dentro da bolsa? Para muitos essa possibilidade pode parecer absurda. Ainda! Andar com as Crônicas de Nárnia, O Senhor dos Anéis e toda a coleção do Crepúsculo na bolsa, pode ser muito complicado e até lhe trazer conseqüências graves para a saúde. A não ser que você tenha uma coluna de ferro ou similar. Mas fazer o transporte de grandes quantidades de livros agora é mais leve do que você pensa, basta você possuir um leitor de livros digital, sendo o mais conhecido denominado de Kindlle da Amazon, que chegou ao Brasil recentemente.
Claro que o preço de um leitor desses ainda é pela a hora da morte, mas a tendência é que com a grande concorrência de novos fabricantes, ele venha ficar cada vez mais barato. Possibilitando assim que reles mortais, assim como eu possa possuir uma dessas maravilhas hi-tech.
Juro a você que não sei se vou me acostumar a ficar sem sentir o cheiro do livro novo, a coloração de suas página com o passar do tempo. E sem puder virar as páginas e sentir a celulose nas minhas células epiteliais.
Fazer o que...? Esse é o futuro; e ele já bate a nossa porta. Em breve nossos filhos já estudarão com os livros digitais e talvez quem saiba até com professores robôs em realidade aumentada. Duvidas? Quando dissermos aos nossos filhos ou netos que os livros na nossa época eram feitos de papel eles simplesmente rirão da nossa cara e nos vamos ficar com um pequeno nó na garganta, e sentir uma pontada de nostalgia no peito. Embargados na lembrança sentaremos na poltrona para ler o nosso e-Jornal que acaba de chegar no nosso leitor digital, imaginado se as noticias estariam dispostas daquela mesma forma, se fosse no velho, bom e áspero papel.

Ps. Nos EUA o aparelho custa 299 dólares e no Brasil ele pode ser adquirido no Mercado Livre por 1.890 reais. Topas?

Papo Reto


Ps. Agora abra a sua boca e diga que eu sou dúbio ou falso. Abra! srsrssr

8 de mar de 2010

Oscar 2010



Enquanto escrevo isto estou bêbado de sono, por conta de ter ido dormir demasiadamente tarde. Motivo? OSCAR 2010, a maior premiação do cinema mundial. Para mim nunca foi tão importante e significativo assistir aquela apresentação. Eu acompanhei o surgimento de cada um daqueles filmes, quando eles entraram em cartaz, os elogios e também as criticas. E assisti dois dos premiados da noite, que foram filmes inesquecíveis.
Vibrei com a premiação de melhor animação para Up! Altas Aventuras, fiquei muito triste com a pouca quantidade de estatuetas para o tecnológico e revolucionário Avatar e surpreso com a grande premiação de Guerra ao Terror, no qual fiquei curiosíssimo para assistir.
O Oscar 2010 foi uma cerimônia impár, não só pelo o fato de conhecer a maioria dos filmes da noite, mas pelas as belas apresentações artísticas, homenagem aos que se foram e o grande tributo ao filme de terror foram simplesmente maravilhosos.
No fim da cerimônia, que terminou muito tarde, lá estava eu sentado com uma imensa felicidade por ver filmes que eu estava torcendo serem premiados, e com uma grande lista de bons filmes para assistir. E que comecem os trabalhos. Até o ano que vem.

Confira todos os ganhadores...

Melhor Filme
* Guerra ao Terror

Melhor Diretor
* Kathryn Bigelow – Guerra ao Terror

Melhor Ator
* Jeff Bridges – Coração Louco

Ator Coadjuvante
* Christoph Waltz – Bastardos Inglórios

Melhor Atriz
* Sandra Bullock – Um Sonho Possível

Melhor Atriz Coadjuvante
* Mo’Nique – Preciosa – Uma História de Esperança

Melhor Roteiro Adaptado
* Preciosa – Uma História de Esperança

Melhor Roteiro Original
* Guerra ao Terror

Melhor Animação Longa-Metragem
* Up – Altas Aventuras

Melhor Animação Curta-Metragem
* Logorama

Melhor Filme Estrangeiro
* O Segredo dos Seus Olhos ( Argentina)

Melhor Documentário Longa-Metragem
* The Cove

Melhor Documentário Curta-Metragem
* Music by Prudence

Melhor Curta-Metragem
* The New Tenants

Melhor Direção de Arte
* Avatar

Melhor Fotografia
* Avatar

Melhor Figurino
* The Young Victoria

Melhor Montagem
* Guerra ao Terror


Melhor Trilha Sonora Original
* Up – Altas Aventura

Melhor Canção Original
* “The Weary Kind” – Coração Louco

Melhor Edição de Som
* Guerra ao Terror

Melhor Mixagem de Som
* Guerra ao Terror

Melhores Efeitos Especiais
* Avatar

Melhor Maquiagem
* Star Trek