30 de set de 2010

Aparências



O mundo é totalmente feito de aparências. Pode parecer muita generalização, mas é o que pude constatar hoje pela manhã. Hoje me bateu uma baita de uma fome, e sai do estágio para comprar algo para comer. Quando cheguei ao local que habitualmente tomo café todos os dias; todos os salgados já haviam se esgotado, não sobrara nenhum sequer. Resultado: Fiquei triste, pensando como faria para suprir a minha necessidade imediata de alimentação. Finalmente desisti e voltei para o trabalho pensando que era o meu fim. #drama. No caminho de volta, passei de frente a uma lanchonete que fica quase ao lado do meu café. Vi na estufa uma linda e enorme coxinha, que a primeira vista me pareceu a coisa mais apetitosa do mundo. Entrei no estabelecimento pedi uma delas e voltei todo feliz para o trabalho, pensando em matar aquela fome, que quase me matou. Porém, quando chego lá, que abro o embrulho, e coloco o meu delicioso café e dou uma bela mordida na coxinha. #FAIL A mesma se encontrava em péssimo estado, com um cheiro hórrivel uma massa nojenta; sem falar no recheio que parecia estar podre. Mais justo aquela que na vitrine parecia tão linda e apetitosa. Posso apostar com você que tinha no mínimo uns três dias que ela devia estar lá.
Assim como acontece com o lanche, também ocorre conosco todos os dias: Julgamos pela a Aparência. Quantas e quantas vezes nós só olhamos o exterior e nunca o interior que é o mais importante. Como diria o adágio: POR FORA BELA VIOLA, POR DENTRO PÃO BOLORENTO. Que fique decretado. NÃO DEVE-SE OLHAR SÓ O DE FORA, MAS SIM PARA DENTRO. Ou você poderá seriamente se dar mal, ou simplesmente perder 2 reais, como foi o meu caso.

Um comentário:

Jeniffer Yara disse...

Rs' Perder 2 reais...

Mas falando sério,as aparências enganam,é um velho ditato que diz tudo mesmo!

Beijo