6 de jul de 2010

Quem poderá?

Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.


2 comentários:

Djoni Filho disse...

Muita inspiradora sua homenagem. Gostei ;)

Se puder, dá uma passadinha no meu blog depois, comente. Se gostar, faça como fiz com o seu, siga.

Abraços.

..:: Divulgando e Debatendo ::..
divulgandoedebatendo.blogspot.com

06/07/2010
Contra-argumentação sobre esteriótipo, em relação ao artigo do blog 'Cronicas sobre o nada'

*Esteriotipo como uma vantagem
*Como fator de defesa

[]'s

Cris . disse...

Deus - Amor incondicional !
Unico, verdadeiro e fiel ♥


:~