13 de jul de 2009

II

Conquistar o supérfluo é mais prazeroso do que conquistar o necessário.

2 comentários:

Rodrigo Selback disse...

é mais prazeroso mas é mais necessario?

PanPum Flûor disse...

ééé mesmo!

porem é preciso conquistar o necessario apra depois o desejado